Apoie a Reforma realiza encontro na Bahia

Apoie a Reforma realiza encontro na Bahia

A rede Apoie a Reforma e a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) realizaram um encontro para debater a reforma da Previdência. A reunião aconteceu nesta terça-feira (23), na sede da Fieb, em Salvador.

O encontro contou com as presenças do vice presidente da FIEB, Sérgio Pedreira de Oliveira Souza; do presidente da FIEB Jovem, Braulio Barreto; e dos palestrantes Gustavo Heilberg (sócio fundador da HIX Capital), Dr. Paulo Tafner (economista e especialista em Previdência), Pedro Carraro (representando a Rede Apoie a Reforma e o CLP – Liderança Pública) e, como mediador, Cezar Almeida (economista).

Tafner deu o tom ao dia defendendo a urgência da reforma “ apesar de ser um assunto discutido há anos na política nacional, hoje o Brasil tem um agravante com o aumento explosivo do gasto público, desaceleração da economia, retração nos últimos anos e um envelhecimento populacional exacerbado” .  Ainda, para o economista a reforma da previdência é um passo inicial e essencial para outros reformas que o Estado precisa implementar “a Reforma da Previdência é uma das Reformas estruturantes que o Brasil precisa. Ela ajudará e muito, mas precisamos de outras reformas”.

Gustavo Heilberg versou sobre as perspectivas do mercado financeiro e afirmou que “(a perspectiva dos investidores) é super positiva. As empresas fizeram a lição de casa, a inflação está baixa e a taxa de juros também. Isso é bem visto pelo mercado”, contudo também foi categórico dizendo que “o brasileiro precisará aprender a investir. Principalmente com a possibilidade dos juros continuarem baixos após a aprovação da Reforma da Previdência.

Cezar Almeida falou sobre a necessidade de educar a população para que o povo dependa menos no Estado “O Brasil precisa amadurecer. Não podemos mais ser um país “adolescente” que toma decisões erradas. Precisamos ensinar educação financeira desde o ciclo básico”.

Pedro Carraro apresentou o CLP – Liderança Pública no começo do encontro e encerrou contando das ações da Rede Apoie a Reforma.  No seu discurso, Carraro destacou o apoio popular à reforma,  “quem poderia prever que pessoas iriam às ruas para defender uma Nova Previdência? Movimentos como o Apoie a Reforma, que já conta com 78 instituições parceiras, e o CLP, que vem desenvolvido lideranças públicas no Brasil inteiro, evidenciam essas mudanças que o país vem passando. Isso é mudança e mudar é um ato revolucionário”.

Em pesquisa recente, realizada pelo CLP/IBOPE sobre a percepção do brasileiro sobre a Reforma da Previdência 82% dos brasileiros consideram que é necessário fazer um esforço para garantir a aposentadoria de futuras gerações, enquanto 58% dos cidadãos apoiam a reforma desde que ela traga ganhos econômicos. A proposta apresentada pelo Governo Federal conta com o apoio de 44% da população.

 

QUEM FAZ PARTE DO ‘APOIE A REFORMA

O ‘Apoie a Reforma’ é uma rede que pretende instigar cidadãos em favor das reais mudanças estruturais que o Brasil precisa. Queremos impulsionar a mobilização da sociedade e dos parlamentares por mudanças no atual sistema previdenciário no País. Saiba mais sobre o ‘Apoie a Reforma’ visitando a nossa rede.

Entre as 78 instituições apoiadoras do ‘Apoie a Reforma’, 52 compõem a rede e 25 são parceiras de divulgação. Entre elas estão: FecomercioSP, UM BRASIL, 4E Consultoria, ABRAINC, ABRASCE, ABRASEL, ADIT, ADVB, AELO, Anamaco, CACB, Caramuru Alimentos, CBIC, Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo (Funpresp-Exe), IFL-SP, Inspire Capital, Instituto Foodservice Brasil, Instituto Millenium, Instituto Mises, Instituto Moreira Matos, LIDE Ceará, Mauá Capital, Moreau Advogados, Movimento Brasil Competitivo, Por Quê? Economês em bom português, Rede Liberdade, SECOVI / Consurb AS, Sinduscon, Sociedade Rural Brasileira, TelComp (Associação Brasileira das Operadoras, de Telecomunicações Competitivas), Terraço Econômico.